Ir para o conteúdo

Município de Santa Bárbara dOeste e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Município de Santa Bárbara dOeste
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Twitter
Rede Social Youtube
Rede Social Rádio Santa Bárbara FM
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
05
05 OUT 2023
ÁGUA E ESGOTO
MEIO AMBIENTE E LIMPEZA PÚBLICA
Dia das Aves: monitoramento registra 236 espécies em Santa Bárbara
enviar para um amigo
receba notícias

Observadores já flagraram azulão (Cyanoloxia brissonii), espécie considerada ameaçada de extinção, e recentemente urubu-rei (Sarcoramphus papa), espécie rara

Dia 5 de outubro é Dia das Aves. Em Santa Bárbara d’Oeste há cinco anos é realizado um trabalho de monitoramento da fauna silvestre em diversos pontos da área rural, remanescentes florestais e até mesmo nos parques urbanos. Realizado por técnicos da Prefeitura e do DAE (Departamento de Água e Esgoto), foram registradas 236 espécies de aves no período.

Por Santa Bárbara d’Oeste estar localizada no bioma Mata Atlântica, um dos biomas com maior biodiversidade de plantas e animais do mundo, é possível observar uma rica variedade de aves. Algumas espécies são facilmente encontradas até mesmo na área urbana, como o bem-te-vi, o joão-de-barro, o quero-quero, o sanhaço-cinzento e o beija-flor-tesoura. Outras aves também frequentam o Município, como é o caso da garça-azul, o tuiuiú, o colhereiro, o beija-flor-de-bico-curvo e a anhuma.

Como forma de envolver e sensibilizar a população para o importante papel que as aves desempenham nos ecossistemas, em setembro de 2020 foi criado um projeto de Birdwatching (observação de aves em inglês), chamado Aves de Santa Bárbara (@avesdesbo), que realiza encontros mensais, aos domingos, nos Parques Urbanos mantidos pela Prefeitura.

A iniciativa é gratuita e inclusiva e proporciona aos participantes o contato direto com o ambiente natural e diversas espécies da fauna de Santa Bárbara, reunindo grande número de participantes assíduos e sempre há novos interessados se juntando ao grupo de observadores. A população também pode registrar as aves da cidade e postar no site Wikiaves - A Enciclopédia das Aves do Brasil (www.wikiaves.com.br). De acordo com o portal, diversos observadores já flagraram 280 espécies de aves em Santa Bárbara.

A mais recente “descoberta” feita por um observador do grupo Aves de Santa Bárbara foi o urubu-rei, flagrado em agosto deste ano em um remanescente florestal do Município, o Vale do Comanche. Alguns outros flagrantes surpreenderam a equipe, como foi o caso do jacuguaçu (Penelope obscura) e o talha-mar (Rynchops niger), flagrados nas margens da represa Areia Branca, e o azulão (Cyanoloxia brissonii), uma espécie considerada ameaçada de extinção.

Publicação científica

Recentemente, os resultados do primeiro ano da iniciativa foram publicados em um periódico acadêmico, a Revista Brasileira de Educação Ambiental. O artigo intitulado “Aves de Santa Bárbara: um ano de experiência de oficinas de birdwatching em parques urbanos” foi escrito por dois dos idealizadores do projeto, os biólogos Matheus Janoto e Luiz Eduardo Chimello de Oliveira. Trata-se de primeira publicação científica sobre o assunto no município. O artigo completo está disponível no link https://linktr.ee/prefeiturasbo

Educação Ambiental

Nesta quinta-feira (5) alunos do 4º ano do CIEP “Padre Victório Freguglia”, localizado na Vila Pântano, participarão de um bate papo sobre as aves do Município com a Chefe de Divisão de Educação Ambiental do DAE e observadora de aves, Mônica Tortelli. A explanação aconteceu no CESB (Centro Ecológico de Santa Bárbara).

Birdwatching

Para vivenciar o Birdwatching, o próximo encontro será no dia 22 deste mês, às 7 horas, no Parque dos Jacarandás, localizado na Rua do Estanho, s/nº, no Mollon. A participação é gratuita e não requer equipamento especializado. A pessoa interessada que tiver e quiser pode levar binóculos, câmeras e cadernos de anotações. Mais informações da agenda do grupo estão disponíveis no perfil do Instagram @avesdesbo

Créditos Fotos Site:

1 - Azulão (Cyanoloxia brissonii) de Luiz Eduardo Chimello de Oliveira

2 - Urubu-rei (Sarcoramphus papa) de Luis Fabiano Ortiz

3 - Coró-coró (Mesembrinibis cayennensis) de Luiz Eduardo Chimello de Oliveira

4 – Alegrinho (Serpophaga subcristata) de Matheus Janoto

 

Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia