Ir para o conteúdo

Município de Santa Bárbara dOeste e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Município de Santa Bárbara dOeste
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Twitter
Rede Social Youtube
Rede Social Rádio Santa Bárbara FM
Legislação
ARRASTE PARA VER MAIS
LEGISLAÇÃO
Anexos
Atos relacionados
INTERAÇÃO
Anotação
Marcação
BUSCA
Expressão
EXPORTAÇÃO
Código QR
Baixar
Compartilhar
COLABORE
Reportar Erro
QRCode
Acesse na íntegra
LEI ORDINÁRIA Nº 4318, 09 DE DEZEMBRO DE 2022
Início da vigência: 16/12/2022
Assunto(s): Administração Municipal, Orçamento
Em vigor

LEI MUNICIPAL Nº 4.318 DE 09 DE DEZEMBRO DE 2022

 

Poder Executivo

Prefeito Municipal

Estima a receita e fixa a despesa do Município de Santa Bárbara d’Oeste, para o exercício financeiro de 2.023, conforme especifica


RAFAEL PIOVEZAN, Prefeito do Município de Santa Bárbara d’Oeste, Estado de São Paulo, no uso das atribuições que lhes são conferidas por Lei, faz saber que a Câmara Municipal aprovou e ele sanciona e promulga a seguinte Lei Municipal:

Art. 1º Fica definido o Orçamento do Município de Santa Bárbara d’Oeste, Estado de São Paulo, estimando a receita e fixando a despesa para o exercício financeiro de 2023, em R$ 833.662.500,00.

Art. 2º A execução da Lei Orçamentária Anual (LOA – 2023) obedecerá aos programas e metas estabelecidos no Plano Plurianual e ainda a estrutura orçamentária e demais disposições da Lei de Diretrizes Orçamentárias.

Art. 3º A receita será realizada mediante arrecadação de tributos, rendas, contribuições e outras receitas correntes e de capital na forma da legislação vigente e das especificações constantes dos quadros em anexo, que fazem parte integrante desta lei, estimando-se:

I - RECEITAS CORRENTES:

ADMINISTRAÇÃO DIRETA.......................................…R$ 723.091.000,00
ADMINISTRAÇÃO INDIRETA / DAE ...........................R$ 107.368.050,00
TOTAL RECEITAS CORRENTES............................… R$ 767.559.050,00

II - RECEITAS DE CAPITAL:

ADMINISTRAÇÃO DIRETA.............................................R$ 55.840.000,00
ADMINISTRAÇÃO INDIRETA / DAE ............................. R$ 7.210.000,00
TOTAL RECEITAS DE CAPITAL.................................… R$ 63.050.000,00

III - RECEITAS INTRA-ORÇAMENTÁRIAS
ADMINISTRAÇÃO INDIRETA / DAE .............................. R$ 3.053.400,00
TOTAL RECEITAS DE CAPITAL......................................R$ 3.053.400,00


IV - RECEITA CONSOLIDADA:

ADMINISTRAÇÃO DIRETA............................................R$ 778.931.000,00
ADMINISTRAÇÃO INDIRETA / DAE .............................R$ 117.631.500,00
DEDUÇÃO……………………….……………...……….(-) R$ 62.900.000,00

TOTAL DA RECEITA GERAL (CORR. + CAPIT)..… .... R$ 833.662.500,00

Art. 4º A despesa será realizada na forma dos quadros em anexo, que fazem parte integrante desta lei, fixando-se o seguinte:

I - DESPESAS CORRENTES:

PODER LEGISLATIVO.....................................…….R$ 21.307.000,00
ADMINISTRAÇÃO DIRETA...................................…R$ 603.641.560,92
ADMINISTRAÇÃO INDIRETA / DAE .................…...R$ 107.397.500,00
TOTAL DESPESAS CORRENTES .................….… R$ 732.346.060,92

II - DESPESAS DE CAPITAL:

PODER LEGISLATIVO..................................................R$ 1.183.000,00
ADMINISTRAÇÃO DIRETA...........................................R$ 79.745.989,08
ADMINISTRAÇÃO INDIRETA / DAE.............................R$ 9.690.000,00

TOTAL DESPESAS DE CAPITAL.....................…...... R$ 90.618.989,08

III - DESPESAS INTRA-ORÇAMENTÁRIAS

CÂMARA ........................................… R$ 10.000,00
ADMINISTRAÇÃO DIRETA........................................… R$ 3.043.450,00

TOTAL DESPESAS DE INTRA..................................… R$ 3.053.450,00

IV - RESERVA DE CONTINGÊNCIA

ADMINISTRAÇÃO DIRETA.... .................................... R$ 6..600.000,00
ADMINISTRAÇÃO INDIRETA / DAE ........................... R$ 1.044.000,00
TOTAL RESERVA DE CONTINGÊNCIA....................... R$ 7.644.000,00


V - DESPESA CONSOLIDADA

PODER LEGISLATIVO............................................…..R$ 22.500.000,00
ADMINISTRAÇÃO DIRETA.......................................... R$ 693.031.000,00
ADMINISTRAÇÃO INDIRETA / DAE............................ R$ 118.131.500,00

TOTAL DE DESPESAS DO MUNICÍPIO..................... R$ 833.662.500,00

Art. 5º Fica o Poder Executivo autorizado a:

I – realizar operações de crédito até o limite estabelecido pela legislação em vigor, nos termos do artigo 7º, parágrafo 3º da Lei Federal nº 4.320/64;
II – abrir créditos adicionais, suplementares e especiais, mediante a utilização dos recursos definidos pelo artigo 43, da Lei nº 4.320/64, até o limite de 30% (trinta por cento) do orçamento das despesas dos órgãos da administração direta e indireta, fundos e dos órgãos do Poder Legislativo, criando, se necessário, elementos de despesa dentro de cada ação;
III – incluir novos programas através da abertura de funcionais programáticas na execução orçamentária, mediante lei específica do Poder Executivo, criando as vinculações necessárias aos empenhamentos, desde que garanta a existência de recursos próprios ou de outras esferas do governo ou entes públicos da federação;
IV – tomar as medidas necessárias quanto aos dispêndios e execuções das despesas em conformidade com o comportamento da receita, visando o equilíbrio orçamentário;
V – contingenciar parte das dotações, quando a evolução da receita comprometer os resultados previstos;
VI – celebrar e aditar convênios, mediante lei específica do Poder Executivo;
VII conceder auxílios e subvenções, mediante lei específica do Poder Executivo.
VIII transpor, remanejar ou transferir recursos, de uma categoria de programação para outra ou de um órgão para outro, até o limite de 20% (vinte por cento).

§1º Não serão computados no limite estabelecido no inciso II deste artigo os créditos adicionais suplementares destinados a:
a) suprir insuficiência nas dotações referentes a precatórios judiciais;
b) suprir insuficiência nas dotações referentes ao serviço da dívida;
c) suprir insuficiência nas dotações referentes às despesas com a pessoal e seus reflexos; e
d) incorporações de saldos financeiros apurados em 31 de dezembro de 2022 e excesso de arrecadação quando se configurar receita do exercício superior às previsões de despesas fixadas nesta lei.

§2º O contingenciamento de despesas de que trata o inciso V do caput deste artigo, obedecerá aos seguintes critérios:
a) investimentos em obras;
b) outros investimentos;
c) inversões financeiras; e
d) despesas correntes não afetas aos serviços básicos.

Art. 6º Ficam aprovados os quadros anexos, que fazem parte integrante desta lei, correspondentes a demonstração da Receita até Fonte de Recursos e das Despesas até Elementos, em conformidade com a Lei nº 4.320/64, e Portarias da Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda e Secretaria do Orçamento Federal do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Art. 7º O Plano Plurianual e a Lei de Diretrizes Orçamentárias, no que se refere à matéria orçamentária, especialmente quanto à previsão das receitas e a fixação das despesas e seus reflexos, em consonância com o §8º do artigo 165 da Constituição Federal, passam a vigorar com as alterações introduzidas por esta lei.

Art. 8º
Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em contrário.

Santa Bárbara d’Oeste, 09 de dezembro de 2.022.

RAFAEL PIOVEZAN
Prefeito Municipal


Autógrafo nº 65/2022
Projeto de Lei nº 167/2022

 

 

 

Autor
Executivo
* Nota: O conteúdo disponibilizado é meramente informativo não substituindo o original publicado em Diário Oficial.
Atos relacionados por assunto
c
Ato Ementa Data
LEI ORDINÁRIA Nº 4609, 10 DE JUNHO DE 2024 “Estabelece controle de ruídos na execução das obras de construção civil e reformas no Município de Santa Bárbara d'Oeste”. 10/06/2024
LEI ORDINÁRIA Nº 4600, 20 DE MAIO DE 2024 “Institui a Política de Transparência em Obras Públicas do Município de Santa Bárbara d’Oeste, e dá outras providências”. 20/05/2024
DECRETO Nº 7555, 08 DE MAIO DE 2024 “Dispõe sobre o Plano Preventivo de Proteção e Defesa Civil de Santa Bárbara d’Oeste com vistas a Operação São Paulo Sem Fogo 2024, dando outras providências.” 08/05/2024
LEI ORDINÁRIA Nº 4598, 03 DE MAIO DE 2024 “Aprova o Plano Municipal de Educação Ambiental (PlaMEA) do Município de Santa Bárbara d’Oeste, nos termos da Lei Municipal nº 4.134/2019, dando outras providências”. 03/05/2024
DECRETO Nº 7550, 24 DE ABRIL DE 2024 “Dispõe sobre a abertura de Processo de Progressão Vertical da Guarda Civil Municipal, conforme previsto na Lei Complementar Municipal nº 67/2009”. 24/04/2024
DECRETO Nº 7503, 18 DE DEZEMBRO DE 2023 "Aprova o orçamento do DAE – Departamento de Água e Esgoto de Santa Bárbara d’Oeste, para o exercício financeiro de 2024.” 18/12/2023
LEI ORDINÁRIA Nº 4544, 18 DE DEZEMBRO DE 2023 “Estima a receita e fixa a despesa do Município de Santa Bárbara d'Oeste, para o exercício financeiro de 2.024, conforme especifica” 18/12/2023
DECRETO Nº 7390, 19 DE DEZEMBRO DE 2022 "Aprova o orçamento do DAE – Departamento de Água e Esgoto de Santa Bárbara d’Oeste, para o exercício financeiro de 2023.” 19/12/2022
Minha Anotação
×
LEI ORDINÁRIA Nº 4318, 09 DE DEZEMBRO DE 2022
Código QR
LEI ORDINÁRIA Nº 4318, 09 DE DEZEMBRO DE 2022
Reportar erro
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia